Padre Enedir Moreira: um sacerdote pela paz



Padre Enedir Moreira: um sacerdote pela paz

"É dia de celebrar e agradecer com orações, pela vida sacerdotal do padre Enedir Moreira. São 27 anos de sacerdócio"


Hoje, 7 de setembro, o pároco e reitor do Santuário Diocesano do Sagrado Coração de Jesus, Pe. Enedir Gonçalves Moreira celebra 27 anos de vida sacerdotal. Ele nasceu em Braúma, interior de São Paulo, em 20 de setembro. Entrou para o seminário com 19 anos e sua ordenação presbiteral aconteceu no dia 7 de setembro de 1984, em Capão Bonito (SP) na Diocese de Itapeva, pelo bispo, Dom Fernando Legal.



Pela paz

Em Bauru, é idealizador da Campanha pela Paz, com o lema: "Paz, levante essa bandeira", iniciada em 1999. Para enfatizar a cultura pela paz, padre Enedir tem um programa diário na Véritas FM, que vai ao ar às 6h, 12h e 18h: "O Mensageiro da paz". O reitor do Santuário Diocesano, padre Enedir Moreira, acredita que promover a paz é uma responsabilidade social. "Eu quero ressaltar a questão da paz. É uma decisão pessoal, podendo servir à Igreja, da qual eu faço parte e também provocar a sociedade nesta questão da paz. Com gestos simples, como fazer diariamente a oração: 'Sabedoria Infinita eu te peço a paz para cada pessoa presente neste planeta'. Essa é uma forma de criar a comunhão com as pessoas envolvidas, conscientes de que fazemos parte de uma única família". Nas funções de pároco e reitor, na Diocese de Bauru, o sacerote está inserido em atividades de promoção social, eventos culturais e religiosos, além de iniciativas pelo diálogo inter-religioso. Atualmente é Assessor Espiritual da Pastoral da Comunicação Diocesana.



Testemunho do padre

“A vocação desabrocha quando Deus vai dando os sinais e o segredo é estar atento. Desde criança eu sentia um forte desejo em fazer o bem à humanidade. Eu pegava o mapa-múndi e rezava pelo povo de cada país. Nunca fui coroinha e não pensava em ser padre. Foi quando, em novembro de 1971, missionários redentoristas chegaram à minha cidade e eu senti algo diferente. Organizei um grupo de dez amigos e, no início de fevereiro de 1972, passei uma semana no Seminário Santo Afonso, em Aparecida. Gostei muito, porém, meu pai não permitiu que eu ficasse lá porque não era maior de idade e ele não liberava a saída dos filhos antes dos 18 anos. Eu também admirava muito a figura do padre Luiz Cechinato, uma pessoa que se doava inteiramente à religião e à caridade e concluí que, para fazer bem à humanidade, eu deveria ser padre”, conta o sacerdote.



A comunidade agradece:"O Conselho Paroquial de Pastoral (CPP) parabeniza o reitor e pároco do Santuário Diocesano, padre Enedir Gonçalves Moreira, pelos seus 27 anos de sacerdócio, celebrado no dia 7 de setembro. Por sua presença ativa em nosso meio, indicando o caminho e conduzindo-nos como comunidade cristã. Agradecemos também por toda dedicação e carinho desde o início da construção do nosso Santuário. Que Deus o ilumine, proteja e guarde!" Adalberto Previdelli (Coordenador do CPP)

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Pedro do Baião e do Cordel é bauruense e está na chamada do Criança Esperança!