HOJE, 8 DE MARÇO É DIA INTERNACIONAL DA MULHER




Tenho dúvidas se é para comemorar ou para comemorar e ainda lamentar algumas aberrações que acontecem contra mulheres. A luta diária ainda é desigual e a violência contra elas ainda é enorme. Entendo que a maioria feminina nunca quis ser melhor que o homem. Apenas lutam por uma igualdade de valores, direitos e obrigações.



Temos que reconhecer que os rapazes de hoje já colaboram mais com suas jovens esposas, resultado da educação materna, que já sofreu com desigualdades e criam seus filhos homens com mais sabedoria e mente aberta. Devemos continuar nossas reinvidicações, mas nunca perdendo a feminilidade, e muito menos a sensualidade, porque respeitando as diferenças, queremos participar do crescimento humano, mas nunca somente com a razão, mas também com o coração, com nossos sentimentos maternos e nossas emoções que facilmente afloram e fazem com que nos destaquemos nessa selva de pedra, e mais ultimamente nesse mar que anda revolto e retomando seus pedaços de terra, que o homem os roubou. Vamos marcar território sim, mas não vamos dispensar as gentilezas, o respeito, a paixão e muito menos o amor, porque somos a parte doce da vida, mesmo engolindo muitos limões diários, mas nossa sensibilidade nos permite ousar, realizar e amar incondicionalmente. Muitas flores nesse dia! Parabéns a todas as mulheres de Bauru e do mundo, nas pessoas de algumas representantes do sexo forte abaixo.












Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pedro do Baião e do Cordel é bauruense e está na chamada do Criança Esperança!