PARABÉNS THALITA

Ela nasceu franzina e pequenina, mas desenvolveu rapidamente e logo ficou forte e robusta. Demorou para andar, demorou para falar..., mas quando aprendeu não parou mais nem de andar e muito menos de falar. É tagarela, alegre, bem disposta, amiga, saudável e solidária. Mas é geniosa e quando quer.......quer mesmo! Minha amiga de todas as horas. Minha inspiração de tantas lutas e labutas. Galgamos juntas, cada degrau de sua existência. Somos parceiras e muito parecidas em muitas coisas. Gostamos de gente, gostamos de festa, gostamos da vida. Somos felizes com pequenas coisas. Damos boas gargalhadas juntas. Ela não tem problemas, eu procuro minimizá-los. Ela vê a vida cor de rosa. Eu, nem tanto...mas faço de conta que vejo. O fato é que 30 anos se passaram, daquele 5 de novembro de 1980 e nem percebemos que foram tantos. E na verdade não foram, porque ainda estamos aprendendo a doce arte do saber diário, transpondo barreiras, vencendo obstáculos e aproveitando cada dia no melhor de sua essência. Parabéns filha, obrigada por não me deixar envelhecer tão rápido, afinal prolongando forçadamente a infância, ainda dançamos axé e Xuxa, rimos com o palhaço do circo, colecionamos figurinhas nos álbuns e assistimos DVD infantis. Saúde e paz, porque o resto eu corro atrás!

Comentários

  1. Que lindo. Pra mim é um poema!!!
    Beijossssss...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Pedro do Baião e do Cordel é bauruense e está na chamada do Criança Esperança!

O LIVRO DO PAI DÉCIO FOI LANÇADO PELO FILHO BRUNO NA CASA PONCE ENTRE MOMENTOS DE MUITA EMOÇÃO