QUEM AMA FAZ!

Do nosso leitor, padre Enedir, recebemos a correspondência que publicamos abaixo. Lembramos que essa coluna é democrática e denomina-se Bauru de B a U, justamente por expressar o que rola em Bauru por inteiro. E como os assuntos religiosos fazem parte da vida da cidade, transcrevemos abaixo, a correspondência recebida.

Quem ama faz!
A Diocese de Bauru, no dia 27 de setembro de 2008, ficou vacante pela transferência do Bispo Diocesano – Dom Luiz Antonio Guedes – para a Diocese de Campo Limpo, em São Paulo. O Colégio de Consultores elegeu o padre Luiz Eduardo Monteiro Fontana, pároco da Paróquia de Santa Catarina de Alexandria, em Arealva, para o exercício de Administrador Diocesano. Por força do cargo e no uso de suas atribuições, ele se lançou na nova missão com a coragem e o entusiasmo que lhe são peculiares. Formado em Direito, com uma vasta bagagem sócio-cultural, e no limiar de um novo ciclo de sua historia sacerdotal, intensificou sua fé inteligente na Providência Divina, daí a nova confiança no poder transformador da ação humana. Seguindo outro imperativo da nova função, procurou ter uma interação madura e transparente com o clero e, no encalço de uma necessária “unidade”, provocou uma expectativa de atitude realizadora, mesclada de prudência, serenidade e firmeza. Alicerçou seus conhecimentos administrativos e jurídicos, num maior engajamento com os párocos, na priorização e no equacionamento das medidas propostas, a fim de suprir as necessidades da Diocese.
Com um domínio seguro no processo decisório, e adotando uma política adequada e de comunhão, as proposituras desse hábil administrador foram fortemente consistentes e, com isso, introduziu inovações capazes de minimizar as dificuldades e os reflexos negativos que os organismos funcionais sofrem por mudanças e por interferências externas.
Foi esse difícil e desafiante caminho que, por amor e obediência a Deus, o Padre Luiz Eduardo Monteiro Fontana trilhou e que o confirma como pessoa de atuação comedida, de postura discreta e mediadora, frente a assuntos que geram polêmicas. Com essa consciência do dever cumprido, acrescenta, na sua história, esse marco de um momento chave que, com certeza, servirá como farol para sua jornada de discípulo missionário.
Expressamos nossa profunda gratidão ao Padre Luiz Eduardo Monteiro Fontana, pelo seu edificante trabalho como Administrador Diocesano, e por fazer reinar na nossa Diocese o que há de mais essencial: o “Primado da Verdade”. “Bendito o que vem em nome do Senhor”!

(Orminda Machado de Camargo)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pedro do Baião e do Cordel é bauruense e está na chamada do Criança Esperança!

O LIVRO DO PAI DÉCIO FOI LANÇADO PELO FILHO BRUNO NA CASA PONCE ENTRE MOMENTOS DE MUITA EMOÇÃO